Publicado em 22 de julho de 2017 | 11:47
Considerada anti-islâmica, música “Despacito” é proibida na Malásia
Sin pasito
hit-despacito-proibido-na-malasia-lama-nas-ruas-abelardo-rodrigues-filho-projeto-câmara- alto-do-rodrigues-prefeito-carnaubais-joao-camara-assu-macau-porto-do-mangue-areia-branca-mossoró-angicos-jucurutu-pendencias-parnamirim-macaiba-caicó-ipanguassu-itajá-currais-novos-santana-do-matos-natal-governo-do-estado-femurn-mp-emater-barragem-armando-ribeirto-rio-assu- ficha-suja-caixa-2-abelardo-rodrigues-filho-vereador-renan-melo-magnus-medeiros

O governo da Malásia proíbe que rádio e televisões públicas reproduzam o hit mundial “Despacito”.  De acordo com o  ministro da Comunicação, Salleh Said Keruak,  a medida atenderia  as queixas recebidas pela pasta em que parte da população do país – de  maioria muçulmana – considera a música anti-islâmica inapropriada já que teria muitas insinuações sexuais.

No último dia 19, a canção do porto-riquenho Luis Fonsi foi declarada  a mais reproduzida em “streaming” em todo mundo. O feito acontece seis meses depois  de a música cantada quase inteiramente em espanhol ter alcançado topo ao tocar 4,6 bilhões de vezes nas plataformas.

.

.

transito-seguro-detran-rn